• Inicio
  • Sobre
  • Contato
  • Parceria
  • Midia Kit
  • Vídeos
  • 10 agosto 2017

    Resenha do livro: Procura-se um Marido


    Chick-Lit || 
    474 Páginas || 
    Cortesia Editora Verus ||



















    Sinopse: Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


    “Seus lábios deslizaram para o meu pescoço, os dentes provando minha pele e me deixando em chamas. Sua boca alcançou minha orelha e mordiscou o lóbulo já sensível, me fazendo tremer. - Os sonhos mudam, Alicia - ele sussurrou. [...] - O meu mudou.”


    O livro é um Chick-Lit, para quem não sabe, é um gênero literário moderno onde é direcionado para as mulheres, mais conhecido como “literatura de mulherzinha”.
    Procura-se um Marido foi o segundo livro da Carina que li, o primeiro foi o No Mundo da Luna, onde resenhei aqui no blog!

    A escrita da Carina me surpreende a cada novo livro dela, e com o Procura-se um Marido, eu simplesmente me deixei levar pelo livro e o ataquei em praticamente três dias!

    Maximus Cassini. Um cara trabalhador que vive com o peso da culpa por uma coisa que ele não teve envolvimento. Max é dono de um humor incrível e de uma beleza inexorável.

    “Acho que... é hora de ser corajosa e encarar o bicho-papão - tentei sorrir. [...]. - Ah, se o bicho-papão for lindo desse jeito, vou rezar para que ele venha me assustar todas as noites.”

    Alicia Bragança, aos cinco anos em um acidente horrível, perdeu os pais. Tinha apenas seu avô Narciso como ente da família, um homem muito rico, íntegro e que tem adoração pela neta. Com a morte do avô, a vida de Alicia acabou desmoronando quando descobriu que seu avô a excluiu da herança, a deixando com um tutor. Ela terá direito a o que pertence a ela após estar casada por um longo ano.


    “Nem pense em se casar com o príncipe encantado”, ela me disse certa vez. “Case-se com o lobo mau. Ele sim saberá tratar você bem.”

    O que ela não sabe é que por uma peça do destino o que era uma obrigação para retomar a herança acabou virando uma coisa desejada. Alicia se apaixona por seu marido Max.

     “(...). É ruim quando você não vai para o mesmo lugar que eu, e sou obrigada a enfrentar o ônibus. Deslumbrada, vi seus lábios se esticarem e se curvarem num sorriso sobre os dentes perfeitos, os olhos brilhando feito caleidoscópios, fazendo meu pulso acelerar. - Então não vá pra longe de mim, Alicia.”


    Espero que vocês tenham gostado da resenha! Já leram? Gostaram? 
    Super dica: Se quiser comprar livros com descontos maravilhosos é só utilizar os cupons do site Cupom Valido e aproveitar para comprar vários livros com desconto!
    Beijos,

    Clara Pamponet   

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Obrigada por comentar!
    Irei ler o seu comentário com todo amor!